NOTÍCIAS

Voltar
Voltar

HCI é referência no atendimento de urgência ao paciente com AVC

POSTADO EM: 10/09/2021
HCI é referência no atendimento de urgência ao paciente com AVC

O Ministério da Saúde habilitou o Hospital Caridade de Ijuí como Centro de Atendimento de Urgência Tipo III ao paciente com Acidente Vascular Cerebral (AVC), na Macrorregião Missioneira. A aprovação foi divulgada no início deste mês e, agora, aguarda-se trâmites internos do Ministério da Saúde para publicação da portaria no Diário Oficial da União (DOU) para realização dos atendimentos e definição dos valores a serem repassados ao HCI via Sistema Único de Saúde (SUS).

O Rio Grande do Sul é o Estado brasileiro mais preparado para prestar socorro a pessoas acometidas por Acidente Vascular Cerebral (AVC). Dos 51 centros de atendimento de urgência ao AVC habilitados pelo Ministério da Saúde em todo o Brasil, 21 estão em terras gaúchas, sendo que a maioria está concentrada em Porto Alegre e Região Metropolitana.

A disponibilidade de centros de urgência é fundamental para acelerar o socorro e reduzir a probabilidade de morte por AVC. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que, entre a entrada no hospital e o início do tratamento trombolítico, o paciente espere não mais do que 60 minutos. “Os centros de referência em atendimento a AVC são um conjunto de ações, com equipe multidisciplinar que envolve fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas, Enfermagem, terapeuta ocupacional, neurologista e neurocirurgião. É uma equipe preparada para atender ao paciente desde a chegada, do início dos sintomas, de isquemia ou hemorragia, até a alta hospitalar. É uma equipe que trabalha para diminuir as sequelas e melhorar a funcionalidade do paciente e prevenir novos eventos. O objetivo desse atendimento é uma melhoria na qualidade de vida do paciente, para que ele seja mais funcional, independente, com menos sequelas e menores riscos de ter novas isquemias no futuro”, explica o médico neurologista do HCI, Roger Vicente Zanandréa.

Conforme o Ministério da Saúde, o Centro de Atendimento de Urgência Tipo III é uma unidade de saúde integral, possui atendimento de urgência e disponibiliza toda uma equipe de reabilitação do paciente. “Para o HCI, mudará o treinamento da equipe que atenderá diariamente esses pacientes, estando mais habituada a AVC, isquemia, derrame, e mais preparada, a partir de treinamentos periódicos, desde o atendimento em emergência até enfermaria, reabilitação, alta e acompanhamento ambulatorial pós-alta, além da reorganização dos espaços físicos e a investigação das etiologias do AVC. Então, qualifica e profissionaliza o atendimento”, frisa Zanandréa.

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) acontece quando o sangue não chega a alguma parte do cérebro. Existem dois tipos de AVC: o isquêmico, que ocorre quando há um bloqueio na artéria que irriga o cérebro, e o hemorrágico, que é deflagrado pelo rompimento de vasos sanguíneos, provocando um derrame. Todos os anos, cerca de 100 mil brasileiros morrem por AVC, de acordo com o Ministério de Saúde.

“É mais uma conquista para a comunidade de Ijuí e região através do HCI, que cada vez mais avança na busca pela qualidade no atendimento aos pacientes. Se tornar um centro de referência, dispondo de toda estrutura adequada para o tratamento integral do paciente acometido por AVC, consolida com aquilo que buscamos que é trabalhar mais, com transparência e muita responsabilidade”, comemora o presidente do HCI, Douglas Uggeri.




CONTEÚDOS PARA VOCÊ

Developed by Agência Jung